2009. 15 p.
Authors: 
Garcia, Marcos Roberto Vieira
Conference: 
Congresso nacional de psicologia escolar e educational, São Paulo, 2009
ISSN: 
1981-2566
Description: 
A discussão acerca do papel da escola no que diz respeito à sexualidade de seus alunos tem sido objeto de debate crescente nas últimas décadas. O caráter normatizador das instituições escolares tem sido apontado por estudiosos do campo de estudos do gênero e sexualidade, tanto no Brasil como em outros países, onde tem sido ressaltada a produção de masculinidades e feminilidades não-transgressivas dos catálogos identitários reconhecidos socialmente. O presente estudo visa discutir os referenciais teóricos predominantes nas pesquisas voltadas à homofobia nas escolas, em especial aqueles centrados no conceito de bullying. Conclui que, se por um lado este conceito contribui para a denúncia da violência contra crianças e jovens tidas como LGBT nas escolas, por outro lado é frequentemente entendido dentro de um paradigma psicológico que negligencia o quanto comportamentos associados ao bullying estão intrinsicamente ligados a relações sociais de poder e controle. Neste sentido, considera-se aqui indispensável a politização do debate sobre o heterossexismo que ocorre nas instituições escolares, o que implica na abordagem do fenômeno da homofobia a partir de uma perspectiva social crítica e interdisciplinar.
Languages: 
Record created by: 
IIEP