• Twitter
  • RSS

UNESCO HIV and Health Education Clearinghouse

Search resources

The search found 37 results in 0.019 seconds.

Search results

  1. The global HIV epidemics among sex workers

    Since the beginning of the epidemic sex workers have experienced a heightened burden of HIV across settings, despite their higher levels of HIV protective behaviors (UNAIDS, 2009). By gaining a deeper understanding of the epidemiologic and broader policy and social context within which sex work is set one begins to quickly gain a sense of the complex backdrop for increased risk to HIV among sex workers. …

  2. UNAIDS guidance for partnerships with civil society, including people living with HIV and key populations

    This document provides guidance on how The Joint United Nations Programme on HIV/AIDS (UNAIDS), its Cosponsors and Secretariat (working at national, regional and global levels) should strengthen and operationalize meaningful and respectful partnership work with civil society. It should enable the UN to deliver the targets and elimination commitments agreed in the 2011 Political Declaration on HIV/AIDS. …

  3. Universal access from vulnerability to resilience: the Latin American and Caribbean strategic framework for strengthening national responses to HIV for gay men, other MSM and trans people

    This Regional Strategic Framework focuses on three core issues that are of utmost importance for the realization of the MDG 6 in Latin America and the Caribbean: evidence, human rights and capacity. Effective responses to HIV epidemics require robust and reliable information about who is affected by HIV and about what works in prevention and care. Effective responses also require attention to stigma and discrimination, which continue to undermine commitments and responses from both affected populations and community leaders. …

  4. Dignity denied: violations of the rights of HIV-positive women in Chilean health facilities

    Dignity Denied documents the systemic discrimination and abuse that HIV-positive women endure in Chilean health facilities. Based on women's testimonies and those of healthcare providers, this report exposes the discriminatory and often dehumanizing experiences that Chilean women living with HIV/AIDS face when seeking healthcare, including failures to protect patient confidentiality, lack of adequate pre- and post-test counseling, delayed or abusive treatment, pressure to not bear children, and coercive and forced sterilization.

  5. Práticas educativas e prevenção de HIV/Aids: lições aprendidas e desafios atuais

    A prevenção tem sido uma questão crucial para os programas de controle da Aids. Os enormes progressos doá conhecimento e da técnica nesse campo não chegaram a alterar substantivamente os determinantes fundamentais da infecção e adoecimento de significativos contingentes populacionais. Neste ensaio busca-se sistematizar as lições que aprendemos no campo da prevenção nessas duas décadas de epidemia, tomando como base, em especial, a experiência brasileira. …

  6. Diretrizes para o fortalecimento das ações de adesao ao tratamento para pessoas que vivem com HIV e aids

    O Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de DST e Aids, apresenta às organizações governamentais e da sociedade civil, que desenvolvem ações em HIV e Aids, as Diretrizes Nacionais para Fortalecer as Ações de Adesão para as pessoas que vivem com HIV ou aids (PVHA). Essas diretrizes têm a intenção de afirmar a importância da adesão ao tratamento, compreendida na sua maior amplitude conceitual, e recomendar ações que proporcionem melhoria na qualidade de vida de quem vive com HIV ou aids. …

  7. Plano Nacional de Enfrentamento da Epidemia de AIDS e das DST entre Gays, HSH e Travestis

    O Ministério da Saúde, em parceria com o Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (CONASS) e o Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (CONASEMS), apresenta às instituições que atuam no campo da promoção da saúde, dos direitos humanos, dos direitos sexuais e reprodutivos o Plano Nacional de Enfrentamento da Epidemia de Aids e DST entre Gays, outros Homens que fazem Sexo com Homens (HSH) e Travestis. …

  8. Direitos Humanos e HIV/AIDS: Avanços e perspectivas para o enfrentamento da epidemia no Brasil

    Não é possível dissociar direitos humanos do enfrentamento das DST/HIV/aids. O processo de reconhecimento do direito ao acesso universal a prevenção, diagnóstico e tratamento constitui importante bandeira de direitos humanos desde o inicio da epidemia. Afirmar a dignidade do ser humano é o que traz sentido para, por exemplo, a discussão sobre a função social da propriedade intelectual frente o direito à saúde. Além da disponibilização de preservativos e medicamentos anti-retrovirais, trata-se de uma luta constante contra as desigualdades sociais. …

  9. Guia para o Cuidador Domiciliar de Pessoas que Vivem com HIV/Aids

    Tendo-se em vista a importância da assistência integral às pessoas vivendo com HIV/aids, o respeito aos seus direitos e a sua dignidade, bem como das ações de prevenção e do amplo acesso ao tratamento para o prolongamento da expectativa e da qualidade de vida das pessoas vivendo com o HIV/Aids, o presente Guia pretende esclarecer, de modo simples e ilustrativo, as situações mais comuns com as quais se deparam os cuidadores domiciliares de pessoas que necessitam de atenção especial. …

  10. Tendências da epidemia de AIDS entre subgrupos sob maior risco no Brasil, 1980-2004

    O presente trabalho tem por objetivo apresentar as tendências da epidemia de AIDS em grupos populacionais sob maior risco no Brasil no período de 1980-2004. Entre os anos de 1980 e 1988, os casos homossexuais ou bissexuais masculinos correspondiam à maioria. Posteriormente, há um decréscimo importante no papel desempenhado pelos HSH e ocorre um acréscimo nas outras categorias de exposição. Neste sentido, a análise da dinâmica da epidemia de AIDS no Brasil mostra a importância dos grupos HSH e UDI masculinos enquanto grupos de risco diferenciado.

  11. Sem Direito de Amar? A Vontade de Ter Filhos entre Homens (e Mulheres) Vivendo com o HIV

    O presente artigo apresenta os resultados de uma pesquisa com 250 homens portadores do HIV com vida sexualmente ativa em relaçâo ao cuidado com a sua saúde reprodutiva em centros de referência de Aids, comparando-os com estudos realizados com mulheres portadoras. Apesar das conquistas queápermitem a paternidade sem infecção da parceira e da criança, os resultados indicam pouco acolhimento, mesmo nos centros de excelência pesquisados. …

  12. República Dominicana: Estigma y discriminación en personas que viven con el VIH

    Este estudio, entre otros objetivos, se propone la obtención de estimadores a nivel nacional de los niveles de estigma y discriminación hacia las personas viviendo con el VIH/SIDA (PVVS) en República Dominicana. …

  13. No más en el tintero. Hombres gay: Nuestras vidas y el VIH en Centro América y el Caribe

    Este informe aborda los temas socioculturales que se han quedado en el tintero y que afectanálas vidas de hombres gay y HSH. La discusión durante la consulta principalmente se desarrolló en torno a tres temas: 1) Sexualidad e intimidad, 2) Masculinidad y riesgo, y 3) Homofobia y violencia. …

  14. Discriminación Social y la Salud: El Caso de los Hombres Latinos Homosexuales y el Riesgo de Infección por HIV

    En este estudio, que se fundamenta en datos empíricos obtenidos de latinos homosexuales y bisexuales en tres ciudades de los EE.UU., documentamos la relación que existe entre formas específicas de discriminación social-homofobia, racismo y penurias económicas-y una determinada consecuencia para la salud: el aumento del riesgo para la transmisión del VIH. …

  15. Addressing HIV and AIDS stigma in Jamaica: Lessons learned from a community based sensitization programme

    Many challenges have been encountered in the response to HIV and AIDS, not the least of which is the impact of stigma on the lives of people infected as well as those otherwise affected. We recognize that a multi-pronged approach is necessary in any effort to combat this disease and propose that explicit sensitization training and anti-stigma measures are a critical component of any successful HIV&AIDS education or elimination program. Working with people living with HIV & AIDS (PLWHA) has been a precious, most invaluable experience. …

Pages

Our mission

Supporting education ministries, researchers and practitioners through a comprehensive database, website and information service.