• Twitter
  • RSS

UNESCO HIV and Health Education Clearinghouse

Search resources

The search found 6 results in 0.013 seconds.

Search results

  1. Relatório anual de progresso das actividades de combate ao HIV e SIDA – 2013

    Moçambique mantém a sua classificação entre os dez países mais afectados pelo HIV no mundo. A epidemia ameaça o futuro económico e social do país. Em alguns lugares, mais de um quarto dos adultos estão infectados pelo HIV. Estima-se que aproximadamente um milhão e meio de moçambicanos vivem com o HIV. Cerca de 800 mil são mulheres e cerca de 200 mil são crianças. Cerca de 120 mil novas infecções ocorrem anualmente. Estas acontecem principalmente entre casais serodiscordantes, seguidos de trabalhadoras do sexo comercial, assim como dos múltiplos parceiros concomitantes (GARPR, 2014). …

  2. Operacionalização do PEN III. Plano operacional de comunicação em HIV e SIDA / 2012

    O Plano Operacional de Comunicação em HIV/SIDA é relativo aos anos 2011 e 2012. Este plano e as matrizes em anexo permitem uma melhor coordenação entre os intervenientes na Resposta ao HIV/SIDA, é um instrumento para criar interligações entre os actores chave, identificar esforços e lacunas, parceiros locais, nacionais e internacionais, tendo em vista uma comunicação eficaz e com impacto. O plano foi elaborado à luz dos documentos estratégicos da Resposta Nacional ao HIV e SIDA.

  3. Recomendações para a atenção integral a adolescentes e jovens vivendo com HIV/Aids

    A epidemia de aids entre adolescentes e jovens, ao longo dos últimos 30 anos, mantém-se como um desafio para os profissionais de saúde, tanto no campo da prevençăo de novos casos, como no campo do tratamento, especialmente em funçăo da tendęncia ao aumento da prevalęncia da infecçăo pelo HIV na populaçăo jovem. …

  4. Tendências da epidemia de AIDS entre subgrupos sob maior risco no Brasil, 1980-2004

    O presente trabalho tem por objetivo apresentar as tendências da epidemia de AIDS em grupos populacionais sob maior risco no Brasil no período de 1980-2004. Entre os anos de 1980 e 1988, os casos homossexuais ou bissexuais masculinos correspondiam à maioria. Posteriormente, há um decréscimo importante no papel desempenhado pelos HSH e ocorre um acréscimo nas outras categorias de exposição. Neste sentido, a análise da dinâmica da epidemia de AIDS no Brasil mostra a importância dos grupos HSH e UDI masculinos enquanto grupos de risco diferenciado.

  5. Politica e estrategia de saude sexual reprodutiva de adolescentes

    Este documento apresenta a política e estratégia de saúde reprodutiva de adolescentes e Jovens. O documento pretende orientar e guiar o desenvolvimento, coordenação e implementação no pais dos esforços multisectoriais que promovam as condições favoráveis para a saúde sexual e reprodutiva de adolescentes e jovens. Esta organizado de forma que na primeira parte apresenta o marco conceptual e os princípios norteadores da política e estratégia, objectivos da política, principais desafios em SSRAJ e acções em curso. …

  6. Plano nacional de enfrentamento da epidemia de AIDS e das DST entre gays, HSH e travestis. Consulta pública

    Plan nacional hasta el 2011 para enfentar la epidemia de VIH/SIDA en la población gay, travesti y de hombres que tienenárelaciones sexualesácon hombres en Brasil. Descripción de la situación de la enfermedad a nivel nacional en este segmento de la población. Situación social particular de estos grupos (discriminación y otros problemas). Objetivos y directrices generales que buscan no solo tratamiento y prevención sino respeto de los derechos de estos grupos. Objetivos, metas y actividades separadas para dos grupos: 1. Gaysáyáhombres que tienenárelaciones sexualesácon hombres. 2.Travestis.

Our mission

Supporting education ministries, researchers and practitioners through a comprehensive database, website and information service.